SPENCER, ONTEM, HOJE E SEMPRE

(RJ, 2003, cor, Digi8, 10′)


 
 

SINOPSE: Videopoema em homenagem ao cineasta e crítico de cinema pernambucano Fernando Spencer, autor de mais de 40 curtas-metragens desde o final dos anos 60. Através de um paralelo entre cenas de seus filmes e de uma visita ao Rio de Janeiro, promove-se um passeio nostálgico e íntimo à obra do realizador. Em comum, os temas da memória, da solidão e da saudade.

FICHA TÉCNICA: Direção, Produção, Roteiro: Marcelo Ikeda. Câmera e Edição: Ivo Lopes Araújo. Elenco: Fernando Spencer.

COMENTÁRIOS: Spencer foi homenageado pela Mostra do Filme Livre em 2003. Aproveitando sua estada no Rio, eu e Ivo Lopes Araújo gravamos imagens de Spencer no hotel e nos arredores, na praia do Leme. Como típico trabalho de edição e de decupagem, pensei em mesclar essas imagens com as de seus próprios filmes, compondo um jogo ambíguo entre memória e imaginação, entre o cinema e o mundo, ou ainda, como o final explicita, entre a morte e a vida. Uma modesta homenagem ao cinema e um primeiro exercício de decupagem.

 
 

Anúncios