AUTO-RETRATO DO ARTISTA DURANTE A GESTAÇÃO

(RJ, 2005, cor, MiniDV, 16′)


 
 

SINOPSE: Um experimento autobiográfico. Um dia na vida do artista. Um casulo desarrumado. Antes, durante e depois.

FICHA TÉCNICA: Realização: Marcelo Ikeda. Com: Marcelo Ikeda.

DECLARAÇÃO DO DIRETOR: O artista pode até criar a partir das impressões do mundo à sua volta, mas no ato da criação o artista se volta para dentro de si.
O artista cria a partir de um contato íntimo com o seu interior.
Para criar, é preciso arrumar a casa: limpar a geladeira, colocar as roupas sujas para lavar, jogar fora aquilo que já não serve e apodreceu dentro de si.
Essa á a matéria-prima da criação, mas não se trata de mera disciplina, trata-se na verdade de um exercício de viver, de um modo de se ver diante do mundo e das coisas.
Há tanta coisa por se arrumar que muitas vezes não sabemos por onde começar! E provavelmente nunca iremos terminar nossa arrumação.
Mas depois de mais um dia de faxina, o que resta ao artista?

 
 

COMENTÁRIOS: Auto-Retrato partiu de um desejo de tentar experimentar um pouco com a comédia, uma espécie de “autoavacalhação”, entre as origens bregas japonesas e o samba-enredo. Mas no final, tudo se revela, num plano bastante típico do que procurei desenvolver nesses subversivos “vídeos caseiros”.

 
 

TEXTOS SOBRE O FILME:

“Proximidades e Distâncias” – Luiz Rosemberg Filho

“Auto-Retrato e o Movimento” – texto sobre o curta que apresentei na Bienal de Dança em Fortaleza

Comentários em meu blog sobre a primeira sessão do filme

 
 


Anúncios